GLOSSÁRIO

Pequeno glossário em ordem alfabética
(Conceitos operacionais com que trabalhamos)

Agente automatizado
Algoritmo
Assinatura digital
Assinatura eletrônica
Autoaplicação
Autos eletrônicos
Certificação Digital
Código-fonte
Código-objeto
Criptografia
eAssinatura
eAtos
eAutos
eConexão
eNorma
Entropia
eProcesso
eSujeito
Infraexclusão
Linguagem-fonte
Linguagem-objeto
Login/senha
Princípio da extraoperabilidade
Princípio da imaginalização mínima
Princípio da máxima automação
Princípio do máximo apoio ao decisor
Princípio da Subinstrumentalidade da tecnologia(Dupla Instrumentalidade)
Programa de computador
Regra de negócio (RN)
SEPAJ
Sistema
Sistema social
Sistema técnico
Sistema probabilístico
Sistema determinístico
Técnica
Tecnologia
Por que um glossário?

A partir da edição das leis/MPs destinadas a instituir e regulamentar o eProcesso no tocante à infraestrutura, à comunicação e aos SEPAJ,  tais instrumentos normativos passaram a incluir, além dos aspectos estritamente jurídico-processuais, conceitos operacionais interdisciplinares, indispensáveis à exegese dos textos. Da interação de técnicos e juristas, nasceram novos conceitos.

Por outro lado, a realidade processual transformada pela tecnologia ganhou categorias novas, cujos conceitos também precisarão ser devidamente estabelecidos e teorizados.
Trata-se de inovação indispensável à redação e ao entendimento dos textos publicados, algo desnecessário quando os conceitos estão previamente estipulados/esmiuçados/esclarecidos pela teoria das respectivas áreas.  

Tais conceitos são indispensáveis, por óbvio, para o trabalho do intérprete.